Entrando na Juventude - 18 anos de Fundaçã0

Texto de Angela Maria Barros Alves - Fundadora da Comunidade Eis o Cordeiro de Deus

Nossa Comunidade completa agora, dia 23 de Julho, 18 anos de existência. Olhando para trás observo quantas graças Deus jorrou sobre nós nestes anos. Quantos erros e acertos cometemos. Mas uma coisa tenho certeza, sempre procuramos fazer o que agradava a Deus, mas creio que nem sempre conseguimos. Uma Nova Comunidade, um novo carisma a ser entendido, aberto e implantado em corações tão frágeis. Uma coisa é certa foram horas e mais horas de orações, estudos, reuniões, discernimentos, sofrimentos para chegar aonde chegamos. Com isso aprendemos a ser totalmente dependentes de Deus e isso é maravilhoso, pois aprendemos a matar nossas misérias e sabermos que nada somos sem Ele.

Cada ano num carisma é algo esplendido, pois nunca sabemos o que vira pela frente. Fazemos planejamentos mas o Espírito Santo os aperfeiçoa, então tudo é novo, tudo é desafiador, nos dá bastante trabalho, aborrecimentos, dores, medos etc. Mas quando realizamos o que Deus quer, a alegria enche nossos corações, ficamos realizados, dispostos a tudo por Ele.

Agora chegamos a idade que começamos a entender melhor o que Deus quer realmente que façamos em nossas missões para ajudar na edificação de nossa Igreja. Isso nos trouxe mais firmeza na evangelização, mais desafios a serem enfrentados porque somos poucos muito poucos. Mas a graça nunca nos falta e creio firmemente que Deus é o Deus da providência e Ele tudo proverá porque conhece nossos corações e o desejo que temos de agradá-lo. Temos agora a "planta de um edifício, o material para construí-lo mas faltam operários", operários bem dispostos, operários que não meçam esforços para construir o "edifício de Deus".

Com isso vejo que Deus nos pede uma nova fé, uma fé de transportar as montanhas, mas sei que quando Ele pede, Ele nos capacita. Então coloquemos os joelhos no chão e mãos as obras, pois um novo tempo chegou, o tempo dos primeiros frutos originais desta árvore nova que se chama "Eis o Cordeiro de Deus".